Labrador – O cão mais famoso do Mundo!

O Labrador descende dos cães que ajudavam os pescadores da ilha de Terra Nova (Newfoundland), situada na costa oriental do Canadá, em frente à península do Labrador.

Vestígios arqueológicos do século XVIII apontam para a existência de dois tipos distintos de cães na Terra Nova: um maior e com pelagem longa, chamado Greater Newfoundland (Terra Nova Maior); e outro mais pequeno e com uma pelagem mais curta, chamado Lesser Newfoundland (Terra Nova Menor), igualmente conhecido como St. John´s Water Dog (St. John´s é a capital da província de Terra Nova e Labrador). O Greater Newfoundland ajudava os pescadores no arrasto de redes, enquanto o Lesser Newfoundland cobrava (apanhava e trazia) os peixes, ajudando também no posicionamento das linhas de pesca. Ambos os cães possuíam uma enorme resistência, ao contrário dos pugs, principalmente o segundo que trabalhava horas a fio dentro das águas gélidas

dentro das águas gélidas daquela região, tendo ainda disponibilidade para, assim que chegava a casa, conviver alegremente com a sua família.

No século XIX, o Lesser Newfoundland é descoberto pelos pescadores de bacalhau, acabando por desembarcar em território britânico, mais concretamente no porto de Poole, no condado de Dorset. Os proprietários fundiários locais, rendidos à capacidade de estes cães cobrarem a presa tanto na água como na terra, adquiriram alguns exemplares. A sua popularidade cresceu rapidamente e o seu processo de criação orientou-se para o desenvolvimento das capacidades de cão de tiro.

Este processo foi, no entanto, mal conduzido por muitos criadores. Foi graças ao Conde de Malmesbury e ao Duque de Buccleuch que as características originais do Lesser Newfoundland foram conservadas e que a sua evolução ocorreu de forma muito positiva, até se chegar ao apuramento do Retriever do Labrador que hoje conhecemos. Inicialmente, apenas os exemplares de cor preta eram considerados puros, passando-se posteriormente a aceitar os exemplares de cor amarela e, ainda mais tarde, os de cor castanha.

Embora as duas Guerras Mundiais tenham afectado o desenvolvimento desta raça, logo a partir de 1945 as suas características e capacidades únicas levaram-na a alcançar um enorme prestígio. Possivelmente, o Retriever do Labrador é hoje a raça mais popular de todo o mundo.

Conheça também: Oração da Manhã